Proposta Pedagógica

Proposta Pedagógica

Os Colégios do Grupo Marista são comprometidos com a proposta iniciada há quase duzentos anos por São Marcelino Champagnat, de educar e evangelizar as crianças e jovens, tornando Jesus Cristo conhecido e amado, formando bons cristãos e virtuosos cidadãos. Para tanto, assume Maria como inspiração e fundamenta sua ação na convicção de que para bem educar as crianças é preciso, antes de tudo, amá-las, e amá-las todas igualmente. 

Os valores do Grupo Marista são:

Presença: Somos presença significativa e acolhedora junto às pessoas, com disponibilidade, transparência, confiança, justiça, vivendo relações que testemunhem o cuidado e o respeito.
 
Espírito de Família: Afirmamos nosso espírito de família compreendendo-nos como diferentes e complementares ao vivenciar o acolhimento, o amor, o diálogo e a esperança, na ação constante para construir comunidades como espaços de vida.
 
Amor ao Trabalho: Realizamos o trabalho com disposição, excelência, perseverança, generosidade e espírito cooperativo, desenvolvendo os talentos a serviço do bem comum.
 
Espiritualidade: Vivemos a espiritualidade mariana e apostólica, encarnada, relacional e afetiva, fundamentada em Jesus Cristo e no seu Evangelho, legada por São Marcelino Champagnat. Por meio dela, orientamos nossa compreensão do mundo e o nosso relacionamento com Deus, com nós mesmos, com as pessoas e com a natureza. 

Interculturalidade: Buscamos a unidade na diversidade, por meio do respeito, do diálogo, da acolhida e da sinergia resultante das relações entre as diferentes identidades e culturas, seus agentes e suas respectivas expressões e contextos. 

Solidariedade: Somos comprometidos e perseverantes na busca do bem comum, na promoção e defesa dos direitos, preferencialmente com os pobres e excluídos que vivem em situação de fronteira, criando laços de responsabilidade recíproca e equânime na construção da paz, da justiça socioambiental, como sinal de esperança no mundo.

Simplicidade: Vivemos a simplicidade em nossas ações, relacionamentos e processos, com autenticidade e humildade, disponibilizando nossas potencialidades em favor da missão, em um esforço contínuo de reconhecimento e superação de nossas limitações.
 
Nessa perspectiva, desenvolve um processo pedagógico-pastoral que visa à educação integral de crianças e jovens, articulando fé, cultura e vida, e contribui para o desenvolvimento da consciência crítica, favorecendo as relações, o posicionamento, a valorização do sentido da vida e a relação com Deus.

Em sua prática pedagógica, os Colégios do Grupo Marista consideram que, para a aprendizagem acontecer de maneira dinâmica e significativa, é preciso levar em conta todo o processo de ensino, aprendizagem e avaliação. Isso requer análise contínua das práticas com vistas a mobilizar os saberes para que cada aluno possa se apropriar dos conhecimentos e enfrentar as dificuldades que podem surgir no decorrer do ano letivo.

Nessa dinâmica, Professores, Coordenadores e Diretores unem esforços na organização de planejamentos, registrados em planos de ensino anuais, semestrais, trimestrais ou bimestrais; na escolha de sequências didáticas apropriadas à realidade dos alunos; no exercício de uma mediação que desencadeie a produção de processos mentais mais complexos; na elaboração de instrumentos de avaliação que permitam desenvolver os objetivos selecionados, observar os indicadores de aprendizagem e favorecer a comunicação entre professores, estudantes e familiares.

A motivação constante dos alunos para participarem ativamente dos trabalhos propostos se justifica para que os alunos entendam o erro como uma etapa possível do processo de aprendizagem. Esse posicionamento promove momentos de autorregulação, contribuindo, assim, para o desenvolvimento de competências relacionadas à resolução de problemas cotidianos e favorece a construção de percursos próprios de pesquisa, de comunicação e de ações solidárias. Tal abordagem exige um aluno consciente de seu ofício e com condições acadêmicas, pessoais e sociais para exercê-lo.

Diante da complexidade dos diferentes alunos que constituem o espaço escolar, os Colégios do Grupo Marista buscam, continuamente, aprofundar os conhecimentos dos percursos das crianças, adolescentes e jovens a fim de criar vínculos com esses sujeitos e estreitar a aliança com a família para, em uma ação conjunta, potencializar o trabalho do ofício do aluno, focado nas posturas, nos valores, no convívio, nos limites, mas também na acolhida e na afetividade.

Assim, na Educação Infantil nossas crianças aprendem a relacionar-se com atitudes de acolhida, solidariedade e sensibilidade, por meio da vivência da espiritualidade, da interação no ambiente com curiosidade, admiração e cuidado, da investigação da realidade e da expressão criativa por meio de diferentes linguagens.
No Ensino Fundamental, ocorre a exploração da dimensão da diversidade cultural, das mídias e da pluralidade de Linguagens e da formação dos diferentes sujeitos. A partir da Missão Marista de formar cidadãos envolvidos na construção da igualdade, da solidariedade, da evangelização, do amor ao próximo, do cuidado, da consciência planetária e do sentimento de pertença à humanidade, a escola marista se coloca como espaçotempo pesquisa, construção, desenvolvimento e qualificação, não somente dos diferentes saberes, mas também das relações humanas.
 
No Ensino Médio, investe-se na capacitação dos jovens para a participação significativa e solidária na vida social e produtiva, preparando-os para a superação dos diferentes obstáculos que uma sociedade em permanente transição pode apresentar. Para tanto, o segmento centra-se no desenvolvimento das capacidades críticas, analíticas e propositivas dos estudantes, a partir do desenvolvimento de conhecimentos contextualizados, relacionados a valores reais, e a habilidades e competências.
 
Nossa proposta pedagógica explora questões psicológicas, sociais, econômicas e culturais, plurais e complexas, sempre permeada pelas novas tecnologias e pela pluralidade de linguagens que constituem o mundo. Assim, não desvinculamos a formação das crianças e jovens da singularidade, da autonomia, da liberdade e da capacidade de intervir socialmente.