NOTíCIAS

Sessão Solene

Sessão Solene

sexta-feira - 16 de dezembro de 2016

Área: ADMINISTRATIVO


galeria de fotos

“Sinal de compromisso com a causa de Marcelino Champagnat” é a tônica da solenidade de formatura 


A quinta-feira, dia 15 de dezembro de 2016, foi marcada por uma ocasião especial: a solenidade de formatura dos alunos da 3ª série do Ensino Médio do Colégio Marista Arquidiocesano. Estiveram presentes pais, alunos e educadores para celebrar o tão aguardado encerramento da Educação Básica. Foi a confirmação do sonho de Marcelino Champagnat, fundador do Instituto Marista, em formar cidadãos virtuosos por meio da educação.

O juramento foi proferido pelo formando Thiago Soares Casqueiro, da 3ª série D. A aluna Luisa Gomes Gonçalves foi convidada a fazer uma breve homenagem aos professores. Formandos também prestaram homenagens aos educadores do Colégio e a aluna Rafaela Costa Duarte de Oliveira prestou homenagem aos pais.

Confira um pequeno trecho proferido pela comissão de formatura na ocasião: “Gostaríamos de agradecer pelo carinho, respeito e ajuda que algumas pessoas nos ofereceram neste ano, nada disso aconteceria sem vocês. O tempo juntos nos proporcionou momentos incríveis e nos fez conhecer pessoas muito especiais. Não há gratidão maior do que ver o resultado de tanto amor e energia depositados nesse projeto. Até logo, Arquidiocesano! Sentiremos sua falta!”.

Um dos momentos mais marcantes foi a fala do professor Michael Gonçalves da Silva, paraninfo dos formandos, que escolheu como tema o amor. Segundo ele, especificamente, o amor da Filosofia – disciplina em que atua – é o amor de amigo, amor por algo que foge de nós à medida que nos aproximamos: o conhecimento. “Voltando ao amor, podemos interpretá-lo também nas suas formas míticas. Na mitologia Grega, Eros, o quarto Deus primordial, é o contraponto do Caos. O amor afasta o Caos, a desordem, a separação e a angústia de se ver só. Na mitologia cristã, Jesus é o amor divino, o verbo que escrito também em grego é o que serve de matriz e cria todas as coisas por emprestar a elas sua forma. Neste sentido, o amor é união, tanto a união carnal que faz multiplicar a vida, quanto também pode ser a união que nos faz criar. Desejo que vocês tenham este amor erótico/cristológico pela vida, pelo ser humano, pelos seus projetos e pelos seus ideais”, afirmou o mestre.

Valentin Fernandes, Diretor Geral do Colégio, seguiu a tônica do amor em seu discurso. Amor demonstrado pelo agradecimento aos pais que confiaram seus filhos ao jeito Marista de educar, aos professores que concretizam a cada ano o sonho de Champagnat e a todos os agentes educadores que tornam esta missão possível.

“Diante da arquibancada, pedi para os alunos observarem os pins que ganharam com as três violetas, símbolo escolhido pela congregação Marista, e expliquei o significado delas: simplicidade, humildade e modéstia. As violetas são plantinhas originárias da região de Champagnat e são quase imperceptíveis, tanto em termos de tamanho – são pequeninas – quanto em aroma – seu perfume é discreto e vai aos poucos tomando conta do ambiente. Metaforicamente, isso significa que não devemos chegar de modo espalhafatoso, mas sim de forma simples, conquistando espaço com discrição e eficiência. Temos muitos símbolos, mas as violetas representam o sinal de compromisso com a causa de Marcelino Champagnat, representam a união mundial dos ex-alunos Maristas”, afirmou o Diretor.

Para descrever a permanência na escola, os alunos da 3ª série do Ensino Médio utilizaram a metáfora de um trem e, aproveitando a deixa, Valentin falou: “O mundo espera por vocês. Foi um prazer embarcar na última estação do trem”, acrescentou. E para finalizar em grande estilo, o Diretor propôs um desafio, o de os alunos cantarem o hino de Champagnat. Resultado: os Maristas cantaram em uníssono com direito à coreografia e altas doses de emoção!

Vídeo:

https://www.facebook.com/alipio.santos.10/videos/1291355957593530/ 

Buscar
Notícias